terça-feira, maio 17, 2005

A Razão do Trabalho Menor

trabalhomenor
Há uns tempos tive um colega moçambicano a estagiar durante algumas semanas comigo. Era um tipo novo, e era a primeira vez que tinha viajado para fora de Moçambique. No seu último dia de estágio confessou-me uma coisa deliciosa: a coisa que o impressionou mais em Portugal, logo à chegada, foi ver brancos a fazer “trabalhos menores”, como descarregar o lixo, varrer as ruas,, ou simplesmente servir à mesa. No seu país estes são trabalhos em que os brancos não tocam, é impensável ver um branco servir à mesa num restaurante de Maputo. Existem certos trabalhos que só servem para a comunidade negra. Mais tarde tive a oportunidade de constatar isto em Maputo e de me lembrar que, em Portugal, um dos países mais pobres da Europa, gostamos de nos armar ao fino e de preferir engrossar a lista de desempregados a fazer trabalhos considerados, vá-se lá saber porquê, menores.
Gostaria que alguém me explicasse porque raio é que um tipo que retira o lixo diariamente do nosso caixote de lixo, ou seja, um tipo que limpa a nossa merda, é um “trabalhador menor”? – conheço muitos administradores de empresas que não só não limpam merda nenhuma, como ainda fazem mais merda, e são considerados quadros superiores (?). Tão finos que nós somos…

Nota: Ainda no que respeita aos técnicos de recolha de lixo, já repararam que estes agora são todos loiros, de olho azul, e licenciados em “trabalhos maiores”?

1 comentário:

Papa-figos disse...

Vai ao meu blog ver onde trabalham agora os ex-homens do lixo ...

1 abr