quinta-feira, maio 19, 2005

As Razões da Depressão Nacional

depressaonacional
Somos o país que mais anti-depressivos consome per capita. Temos um dos piores índices de analfabetismo da Europa. Temos um dos índices de produtividade mais baixo da Europa. Temos um dos índices mais altos de corrupção do Mundo. Tivemos 3 governos diferentes em dois anos. Temos um défice estupidamente alto. Temos uma taxa rídicula de crescimento económico. A nossa taxa de desemprego continua a aumentar de mês para mês. Temos uma das taxas mais baixas da Europa na frequência e conclusão de cursos universitários. Temos os gestores mais improdutivos da Europa. Temos o escândalo da Casa Pia. Temos o escândalo do Apito Dourado. Temos o escândalo de Felgueiras. Temos o escândalo do Nobre Guedes. Temos um número assustador de falências empresariais. Somos o 23º país dos 25 da União Europeia. Temos o índice de obesidade infantil mais alto da Europa. Perdemos em casa a final do Europeu de Futebol para os gregos. Perdemos a final do Mundial de Futebol de Praia no Brasil para os franceses. Perdemos em casa a final da UEFA para os russos. O nosso sector primário é inexistente. O nosso sector secundário é pouco concorrencial. O nosso sector terciário é ineficiente. A nossa média de salários está muito abaixo da média europeia. Os nossos impostos estão muito acima da média europeia.
Até uma lontra ficaria deprimida com isto.

1 comentário:

Anónimo disse...

Tal e qual...Como diria Guerra Junqueiro em "O melro":
"...Chegou a coisa a termo
Que o bom do padre-cura andava enfermo,
Não falava nem ria,
Minado por tão íntimo desgosto;
E o vermelho oleoso do seu rosto
Tornava-se amarelo dia a dia.
E foi tal a paixão, a desventura,
Muito embora o leitor não me acredite
Que o bom do padre-cura
Perdera…. O apetite!..."

Agora ...há para aí outros melros!