domingo, fevereiro 19, 2006

A Razão na Estrada

estrada

Já repararam, quando estão a conduzir, que qualquer condutor que ande mais devagar que vocês é uma abrótea? E que qualquer condutor que ande mais rápido que vocês é um javardo assassino?
«Olha só para esta abrótea!» [aponta para a direita] «Olha para aquilo! Lesma do caraças!» [olha para a esquerda] «Poooorra!! Olha para a velocidade que aquele javardo leva!»
Digo-vos sinceramente malta: é um milagre como é que ainda chegamos ilesos a qualquer lado com todos essas abróteas e javardos à solta na estrada. É que ninguém conduz à mesma velocidade que eu.
Na verdade, eu não deixo ninguém andar à minha velocidade. Se olho para o espelho e vejo um tipo a tentar manter o passo comigo, reduzo. Deixo o palermóide passar e ficar um bocadinho à minha frente, só para o manter debaixo de olho. Gosto de conhecer o estilo de condução de quem anda à minha volta. Aliás, há vezes em que nos sinais vermelhos lhes pergunto há quanto tempo é que têm carta. Nunca é demais sermos cuidadosos.


George Carlin