sexta-feira, junho 17, 2005

A Razão da Mioleira

mioleira
Quando um dos sábios morria, os Astecas tinham como costume eleger alguém que gozava o privilégio de lhe comer o cérebro (uma derivante do “comer as papas na cabeça”). Acreditavam que, dessa maneira, a sabedoria do sábio defunto passaria para quem lhe comesse os miolos. Tirando um ou outro caso de gajos que de repente, depois do repasto, desatavam a relatar pormenores obscuros da vida do sábio envolvendo animais, virgens e anões, nunca ficou provado que a coisa funcionasse.
A verdade é que os Astecas tinham razão. Eu fui alimentado a mioleira de vaca antes dos bovinos começarem a enlouquecer com encefalopatia spongiforme e garanto-vos que topo as vacas à distância. Identifico-as facilmente no meio de uma multidão. Não têm segredos para mim.