terça-feira, maio 31, 2005

A Razão Presidencial

presidencial

Defendo firmemente que o Presidente da República deve ter uma função reguladora sobre a acção do Governo, para evitar excessos e absurdos políticos. Por isso não me chateei por aí além com o facto deste ter despedido o desgoverno dos santanetes. Achei prepotente e tendencioso, mas os gajos andavam a pedi-las. A coisa era um verdadeiro desastre.
Pelas mesmas razões acho que o Presidente deveria neste momento voltar a intervir, despedindo os socráticos. Se um tipo ganha as eleições porque no seu programa de governo estão descritos alguns pressupostos, e ao fim de dois meses decide fazer exactamente o contrário do que prometeu, é porque é um javardolas mentiroso, e merece ir de charola rapidamente. E onde está agora o Presidente? Não devia ele agir em defesa do seu povo? Ou vai continuar tendencioso, embora pouco prepotente neste caso? Esta pergunta é mera retórica. Eu conheço a bem resposta. Por isso mesmo é que defendo firmemente que o Presidente, para além de ter uma acção reguladora, deveria ser visitado vitaliciamente por uma tribo de somalis. Devidamente untadinhos, pois claro.